EQUIPE ABRQ

A equipe da Associação Brasileira de Quadribol é formada por voluntários empenhados no desenvolvimento do Quadribol no Brasil. Muitos deles já jogaram ou jogam em times nacionais e até internacionais. Todos dedicam tempo para cuidar de diferentes áreas dentro da Associação.

Suas funções estão divididas conforme as necessidades, desde Arbitragem e Regras do Esporte até organização de eventos e relações com os times e jogadores. Eles atuam nas funções: Conselho Administrativo e Diretoria Executiva.

Todos os membros, tanto do Conselho Administrativo como da Diretoria Executiva estão dispostos e capacitados para atuar nas mais diversas áreas e situações. Sua grande função é representar os interesses da associação, e não os interesses de indivíduos ou grupos (como equipes) aos quais tenha vínculo.

   

Conselho Administrativo

Decidem rumos estratégicos da Associação, nomeia e fiscaliza a Diretoria Executiva. São a parte pensante da ABRQ, criando projetos que serão colocados em prática pela Diretoria.  Eles são:

 

Anderson ‘Gin’ LimaANDERSON L.

Olá, meu nome é Anderson Lima, mais conhecido como Gin. Conheci o quadribol em 2016 durante a IQA World Cup e me apaixonei a primeira vista pela complexidade e maturidade do esporte. Sou técnico da Boitatá dos Pampas desde então e agora me aventuro, junto a uma equipe apaixonada pelo quadribol, no Conselho Administrativo da ABRQ para buscar o desenvolvimento do esporte em território brasileiro.

 

BOLINHOAna Maria

Me chamo Ana Maria, conheci e joguei pela primeira vez quadribol em 2014 através do Rio Ravens. Desde então, jogo pelo time e, atualmente, sou a vice capitã. Sou graduanda em Direito e, neste ano de 2018 assumi o cargo de conselheira administrativa da ABRQ com a finalidade de ajudar o esporte e a associação a crescerem cada dia mais.

 

 

ANANDAAnanda Sander

Parte do Conselho Administrativo, conheceu o quadribol em um acampamento de férias e desde então se encontrou no esporte. Fundou em 2016, junto com amigos, o time da Onças Paulistas da capital paulista. Ainda em julho de 2016 passou por problemas médicos que a impediram de continuar praticando o esporte desde então, mas a colocando na área administrativa do time por dois anos. Juntou-se ao Conselho Administrativo da ABRQ no início de 2018 a fim de usar sua criatividade e talentos em prol do esporte.

PHILIPI D.Philipi Daniel

No momento tem 20 anos de idade, é de São Paulo mas atualmente mora no Rio de Janeiro e defende o time da UFRJ. Conheceu o Quadribol do mundo real em 2015, embora tenha começado a praticar com seriedade no final de 2016, desde então é um dos mais apaixonados e empolgados com o esporte, isso fez com que fosse um dos principais organizadores do primeiro campeonato do país e ajuda-se a fundar dois times. Atualmente exerce o cargo no Conselho Administrativo da ABRQ.

 

RAISSARaíssa Teo

Raíssa Teo, conheceu o quadribol a aproximadamente seis anos, através dos Rio Ravens e se encantou completamente pelo esporte. Não jogava, mas ajudava em tudo que podia, principalmente com fotos e divulgação. Estuda produção cultural e atualmente ocupa o cargo de Conselheira Administrativa.

 

Diretoria Executiva

São os responsáveis pela elaboração e implementação de todos os processos operacionais e financeiros, após aprovação do Conselho de Administração. Estão em comunicação direta com o público, jogadores e times.

 

DIOGO BRODA

Diogo Broda de Vasconcellos

Ex-capitão do Rio Ravens, Diogo teve seu primeiro contato com o quadribol em setembro de 2012, no evento marcou a ressurreição dos Ravens. No final de 2014, se juntou a membros de equipes de quatro regiões do país para fundar a ABRQ. Em 2016, se afastou como capitão do Rio Ravens, cargo que exercia desde meados de 2013, para focar em sua gestão como Diretor Presidente da ABRQ. Diogo é graduando em Administração e defensor dos princípios de inclusão e respeito à individualidade, pilares do quadribol.

 

GABRIEL B.Gabriel Bernardes

Atual Diretor de Esporte e Arbitragem, Gabriel é um entusiasta do quadribol. Jogador dos Rio Ravens, conheceu o esporte há quase dois anos, e desde então acompanha seu desenvolvimento no mundo e no Brasil. Antes de fazer parte da diretoria da ABRQ, contribuiu com a organização dos Jogos de Verão do Rio 2017. Acredita fortemente nos valores do quadribol de inclusão, companheirismo e persistência.

 

CYNARA W.Cynara Wainner

Oi, meu  nome é Cynara mas podem me chamar de Annie! Assim que surgiu o Quadribol eu fiquei louca, e me interessei bastante, pois sou muito fã de Harry Potter. Mas infelizmente ainda não havia equipes no Brasil, mas anos depois, em 2012, eu conheci a equipe Rio Ravens. e amei! Joguei lá alguns anos e depois, junto com alguns amigos levei o esporte para a minha universidade (UFRJ) que é onde eu jogo atualmente. Sou carioca, e além do Quadribol prático o Cheerleading, outro esporte que sou apaixonada. Atualmente estou no cargo de Diretora de Expansão e Desenvolvimento e Gestão de Pessoas, na  ABRQ.

 

TÁBATA M.Tábata Magalhães

Conheceu o Quadribol em 2017 quando integrou o time do Rio Ravens. Desde de então, descobriu no Quadribol uma grande paixão. Natural de São Paulo, já foi praticante de ciclismo e artes marciais. Atualmente está envolvida com a ABRQ como Diretora Executiva de Comunicação. Acredita que o Quadribol é uma excelente ferramenta para disseminar o Respeito, Igualdade e Caráter.

 

 

Instagram

Facebook

 

Anúncios